Para o transporte dos 10 a 15 mil tubos de todo o país para a Sanquin em Amesterdão, pretendia-se uma caixa de transporte que fosse adequada para o efeito.


Em muitas centenas de centros de colheita de sangue espalhados pelo país fazem-se diariamente 4 a 5 mil colheitas de sangue a dadores voluntários. Em cada colheita enche-se 3 tubos com sangue que são testados nos laboratórios centrais do NSC (Laboratório Nacional de Triagem da Sanquin) em Amesterdão..

Condições ADR / UN

Devido à natureza do conteúdo, o recipiente teria de preencher determinadas condições, a denominada legislação ADR, certificação UN 3373 / P650. A temperatura da caixa foi outra exigência suplementar, pois esta não podia exceder os 30° C.

A Engels tem muitos anos de experiência no fabrico de recipientes com homologação ADR/UN para o transporte de produtos médicos e de substâncias perigosas. A caixa de transporte foi concebida com suportes especiais para colocar os tubos com sangue. Estes suportes encontram-se num revestimento plástico juntamente com um tapete absorvente. Por último, a caixa em si é selada. A temperatura no interior da caixa foi testada pelos laboratórios da Sanquin e estes determinaram que cumpria os requisitos. O desempenho de toda a caixa foi medido e homologado pelo Instituto Belga de Embalagens.

Caixa empilhável com interior

Todos estes esforços resultaram na criação de caixas em dois tamanhos, uma com 300x200x233 mm e a outra com 400x300x233 mm. Para determinar a proveniência das caixas, foi atribuída uma cor diferente a cada região. Esta diferenciação era ainda indicada por uma impressão em relevo. As caixas foram equipadas com um certificado UN e com o logótipo da Sanquin.

Se pretender obter mais informações sobre a caixa de transporte dos tubos com sangue ou outros recipientes com homologação ADR/UN, contacte a Engels