A Fremach em Izegem (Bélgica) produz diversas peças plásticas destinadas à indústria electrónica e automóvel.


Interior moldado a vácuo para peças de transporte Toyota Yaris

De início o pedido do cliente parecia simples: transportar peças para viaturas da fábrica da Fremach para o cliente. No entanto tal esforço foi mais complexo do que parecia.

Primeiro as partes são moldadas por injecção e ainda se encontram quentes quando são colocadas nas caixas. As caixas têm de ter protecção contra deformação e riscos.

Um segundo ponto, o qual era muito importante para o cliente era a necessidade de uma entrega faseada de bons acondicionamentos. No decorrer do procedimento as encomendas podia variar em quantidade e prazo de entrega e o cliente não pretendia guardar stock.

Encontrar uma solução

Para o transporte dos produtos foram escolhidas caixas plásticas com as dimensões base de 600 x 400 mm e de 400 x 300 mm. São colocados interiores nas caixas para proteger os produtos. Os interiores são concebidos de forma a serem o mais versátil possível. Isto permite à Fremach colocar 14 produtos diferentes em 10 interiores diferentes e em 8 caixas associadas..

O trabalho da Engels não pára com a venda das caixas. A Engels também assumiu a responsabilidade de toda a continuação de coordenação do projecto:

  • construção de locais no armazém para a recepção de mercadorias;
  • montagem e reunião de todos os bens;
  • fornecimento faseado de grupos de produtos ao cliente;

O projecto total consiste num volume de 21.400 caixas com interiores. Além disto também foram fornecidas cerca de 1.200 paletes e placas de protecção.

Também precisa de embalagens que tenham de ser reutilizadas para o transporte dos seus produtos? Apresente-nos o seu desafio!!

Embalagens reutilizáveis para o transporte de peças automóvel plásticas Opel

A Engels colabora com a Fremach há alguns anos. Desta vez, a Fremach foi confrontada com uma situação em que o acondicionamento de peças soltas para viaturas exigiam muito tempo e manuseamento. O objectivo era transformar uma linha de embalagem interna para que os diferentes componentes pudessem ser introduzidos da forma mais ergonómica possível.

No momento da análise a Fremach utilizava caixas de grande volume, nas quais eram colocadas as peças moldadas por injecção. No processo cada produto era colocado num saco de plástico individual antes de ser colocado na caixa. Como divisória era utilizado um cartão revestido por uma esponja de polietileno. Este procedimento obrigava a perder-se muito tempo e deixava muitos resíduos na oficina.

Ergonomia na linha de acondicionamento

Inicialmente a Engels sugeriu uma melhoria nas caixas de grande volume. A caixa deveria ter rodas fixas giratórias montadas transversalmente. As rodas fixas são reforçadas através de um tudo metálico colocado entre elas. Desta forma, a caixa pode suportar um peso de 400 quilos e ainda é fácil facilmente manobrável.

A segunda melhoria foi feita no interior. As peças a serem transportadas são extremamente frágeis e podem-se riscar facilmente. Após uma análise profunda a decisão foi de utilizar um interior feito de várias camadas em têxtil poliéster, parecido com grandes dossiers suspensos com uma tampa anti pó transparente e flexível. As peças soltas podem assim ser colocadas e transportadas facilmente e em toda a segurança.

Quando se fala em conceber acondicionamentos reutilizáveis a Engels sente-se completamente em casa. Quer diga respeito a caixas, paletes contentores ou interiores a Engels é o seu interlocutor privilegiado para resolver os seu problemas de logística.